O Indie Game entrevistou Friso Roolvink, da Critical-Bit, estúdio holandês, desenvolvedor do game Reign of Bullets, um 2D side-scroller shoot’em up disponível no Steam! Confira!

Jogamos Reign of Bullets por algumas horas e, depois de um começo “nada demais”, ficamos impressionados como o jogo se torna divertido graças ao sistema de upgrades e personificação da nave, em que o jogador pode escolher o local e o ângulo de rotação das armas equipadas, o que possibilita atirar em qualquer direção, com combinações virtualmente infinitas!

Conheça o jogo:

Reign of Bullets possui uma atmosfera bem agradável, com gráfico bem colorido e um parallax bg (fundo que se move em diferentes velocidades para dar sensação de profundidade) com várias camadas.

Reign of Bullets

Reign of Bullets

Além dos inimigos, o cenário possui elementos que também são possíveis de destruir e encontrar itens, que podem ser comuns, pouco comuns, raros e únicos.

Cada fase do jogo é dividida em 10 “checkpoints” que atuam como “sub-fases” ou mesmo uma pausa para descanso e modificações na nave. Em cada checkpoint você recebe uma nota de desempenho de acordo com o seu nível de vida e a quantidade de inimigos que você destruiu. Essa nota influencia na chance de itens que você pode receber como bônus.

Reign of Bullets

Reign of Bullets

A história do game é simples, mas engraçada. Você é dono de um ferro-velho que foi parcialmente destruído por uma mega empresa para a construção de uma rodovia bem em cima das suas coisas. Então você tenta uma reparação financeira, sem sucesso. A única saída é montar uma nave e fazer justiça com as próprias mãos!

Sem Título-3

Reign of Bullets possui um sistema de customização bem complexo!

 

O ponto forte de Reign of Bullets está, sem dúvidas, no seu sistema de customização da nave.

Além de ser possível realizar upgrades na própria nave, o jogo conta com um complexo sistema de customização de armas, em que é possível fazer quase tudo, inclusive instalar canhões atirando para trás, se você desejar.

O jogador escolhe a arma e o local da nave em que ela será instalada, além do ângulo de tiro, que pode apontar para qualquer direção (360 graus!). Além disso, as armas também recebem upgrades e melhoram até 9 atributos diferentes.

É virtualmente impossível esgotar todas as opções de customização da nave em Reign of Bullets!

Confira o trailer oficial do jogo:

Gostou do jogo? Então visite a página de Reign of Bullets no Steam!!

Iremos sortear três cópias desse jogo no dia 08/10/2015! Participe do sorteio!!

Entrevista com Friso Roolvink – Reign of Bullets

O Portal Indie Game conversou com Friso Roolvink, membro da Critical-Bit, desenvolvedora de Reign of Bullets, um grande jogo estilo 2D side-scroller do gênero shoot’em up! Friso nos contou sobre o desenvolvimento do game e sua campanha do Steam Green Light! Confira!

(Entrevista realizada em inglês e traduzida para português por Suâmi Abdalla-Santos)

IndieGame: Seja bem-vindo, Friso! É um prazer conhecer outro desenvolvedor de um grande game internacional!

Indie Game: Nós temos o costume de iniciar as entrevistas com uma pergunta pessoal: Quantos anos você tem e quando você decidiu ser um desenvolvedor de jogos profissional? Você teve algum problema de aceitação por parte de familiares ou amigos?

Friso Roolvink: Olá! Eu tenho 29 anos e tenho produzido jogos desde os 8, quando fiz o meu primeiro jogo de tabuleiro. Com o tempo, o meu interesse cresceu e não tenho como saber exatamente quando decidi me tornar um desenvolvedor de jogos independentes. Entretanto, durante meus estudos, tomei a decisão de criar uma empresa para fazer jogos, me pareceu a coisa certa a ser feita. Meus pais e amigos nunca duvidaram da minha decisão (ao menos não que tenham me falado) e sempre me apoiaram. Eu tenho ótimos pais e amigos.

IG: Vocês acabaram de lançar Reign of Bullets no Steam. Como foi a campanha do jogo no Steam Greenlight? Quanto tempo demorou até a aprovação e quais meios vocês buscaram para ganhar votos?

FR: Nós ficamos no Greenlight por pouco mais de um ano, mas isso não foi problema porque estávamos focados no desenvolvimento do jogo durante esse período. Primeiro fizemos a página do Greenlight com um trailer e propagandeamos um pouco, mas depois retornamos ao desenvolvimento novamente. Um pouco antes de sermos aprovados, fizemos alguns streamings com parceiros e isso ajudou bastante conseguirmos mais votos positivos. Acho que isso também tem a ver com o fato do Steam ter começado a aprovar mais títulos.

IG: Reign of Bullets teve algum tipo de suporte financeiro antes do término do desenvolvimento, como Patreon, doações ou crowdfunding?

FR: Não! Pagamos tudo dos nossos próprios bolsos. Conseguimos manter o desenvolvimento realizando trabalhos “por fora” (como freelas), aí conseguimos dinheiro para desenvolver nosso próprio jogo. Eu acho que é isso, especialmente quando você tem um estúdio pequeno, você precisa provar para você mesmo primeiro e conseguir a experiência necessária antes de pedir o dinheiro das pessoas. Plataformas de crowdfunding podem ser muito arriscadas para as pessoas que acreditam em você.

IG: O que os jogadores podem esperar de Reign of Bullets?

FR: Um jogo simples e divertido, com bastante camadas de profundidade. Nossa experiência mostrou que na primeira partida nossos testers não ficaram muito impressionados com o jogo, mas depois de jogar algumas fases eles não conseguiam mais parar de jogar! Tivemos que pedir para nossos testers pararem de jogar porque já tínhamos o material necessário, eles realmente não paravam! O jogo pode parecer bem simples no começo, mas à medida que você avança, as modificações de armas se tornam bem complexas, se você fizer boas mudanças isso pode fazer total diferença no seu jogo. Mas não é obrigatório fazer grandes customizações, o jogo é bem tranquilo para pegar e jogar.

IG: Os países de língua portuguesa são um mercado pequeno, porém crescente, na cena de jogos indie. Em sua opinião, o quão importante é esse público específico de jogadores para o mercado internacional de indie games?

FR: Sem dúvida é um público de potencial crescente. Atualmente, apenas 0,6% dos visitantes da nossa página possuem idioma configurado como português. Acredito que a porcentagem é baixa porque muitos jogos independentes lançados por aqui não chegam ao conhecimento desse público. Então, um envolvimento maior com sites e público de língua portuguesa é primordial para que essa participação aumente. Entretanto, é fato que esses problemas de localização e comunicação podem ser complexos e caros.

IG: Qual é o próximo passo da Critical-Bit? Um novo jogo? Extensões? DLCs?

FR: Estamos implementando alguns recursos extras para tornar Reign of Bullets ainda mais divertido de jogar, mas já estamos conversando sobre conceitos de novos jogos. Foi muito bom desenvolver o Reing of Bullets e levá-lo ao mercado. Na verdade, não vejo a hora de fazer um outro jogo ainda melhor e mais bacana!

IG: Baseado em sua experiência, deixe um conselho para o nosso leitor que também quer se tornar um desenvolvedor de jogos independente.

FR: Comece pequeno! Não tente fazer o próximo grande MMORPG de mundo aberto. Comece com algo mais simples como um bom platformer ou um top-down shooter. Existem várias ferramentas que podem te ajudar nisso, como o Unity ou o Construct 2. Mas não espere facilidade: como muitas coisas, você terá que tentar várias e várias vezes, praticar e investir tempo e dinheiro… Mas não desista! A vantagem de fazer pequenos projetos é que você pode terminar mais rápido. A sensação de terminar o jogo e ver os jogadores curtindo é fenomenal!

Pode parecer clichê, mas DIVIRTA-SE! Essa é a melhor e maior motivação para fazer tudo isso, de verdade.

IG: Friso, nós adoramos o papo e gostaríamos de parabenizar você e sua equipe pelo belo trabalho feito em Reign of Bullets. Deixamos aqui o nosso convite para todos nossos leitores conhecerem o jogo e entrarem na página de Reign of Bullets no Steam, para jogarem esse belo jogo desenvolvido pela Critical-Bit.

FR: Nós que agradecemos pela oportunidade e esperamos que vocês gostem de Reign of Bullets!


  • Gostou desse post? Clique nos botões para compartilhar com seus amigos no Facebook, Google+ ou Twitter!
  • Tem algo a falar sobre o jogo? Comente aqui embaixo!
  • Quer participar dos nossos sorteios de jogos? Clique aqui!!!