O Portal Indie Game entrevistou Walter Machado, desenvolvedor do game Ubermosh, um game brazuca que ostenta mais de 300 avaliações no Steam! Confira!

Ubermosh é mais um exemplo de como um jogo pode ser desenvolvido por apenas uma pessoa e ser sucesso de vendas e de crítica nas maiores plataformas de jogos do mundo!

Conheça o jogo:

Espada, tiros e rock’n roll fazem do Ubermosh um jogo dinâmico e de reflexos rápidos.

Ubermosh foi totalmente desenvolvido por Walter Machado, inclusive a trilha sonora, (um destaque no jogo) que também foi gravada por ele.

Você está em uma arena com hordas de alienígenas vindo em sua direção. Seu objetivo? Sobreviver!

Ubermosh

Ubermosh

É possível cortar os tiros dos seus inimigos com a espada, pegar suas armas, passar fogo neles e pintar o chão com seu sangue.

A impressão que temos, a cada tiro disparado, é que a força da arma é muito grande, pois Ubermosh tem um câmera shake realmente violento e os inimigos se despedaçam com facilidade.

Ubermosh

Ubermosh

As partidas são rápidas, no máximo 90 segundos (se você sobreviver tudo isso), e o jogador pode conquistar mudanças de armadura de acordo com o recorde de inimigos mortos. O cenário muda de cor entre as partidas, mas sempre com tonalidade pesada, escura, como se estivesse em algum planeta alienígena, à noite.

Para dar mais dinâmica, Ubermosh possui vários modos de jogo, até mesmo um que só é possível utilizar a espada contra os inimigos.

Veja o vídeo oficial do jogo:

Ubermosh é um jogo para quem está afim de ação. Entrou no jogo, clicou em PLAY, já era!

Gostou da proposta do jogo? Então entre na página do Ubermosh na Steam e adquira sua cópia! Clique aqui!!

Iremos sortear DUAS cópias desse grande jogo no dia 22/10/2015. Quer participar? Clique aqui e inscreva-se!

Entrevista com Walter Machado – Ubermosh

Entrevistamos Walter Machado, desenvolvedor do game Ubermosh, lançado no mês passado, mas já com grande sucesso no Steam, com mais de 300 análises positivas. Walter falou sobre o seu jogo e nos contou sobre sua experiência como desenvolvedor solitário, confira:

IndieGame:   Fala Walter! Seja bem-vindo ao nosso site, ficamos muito felizes com sua participação e pela oportunidade de conhecer um pouco da sua experiência! 

Indie Game: Para não perder o costume, iremos iniciar a entrevista com uma pergunta pessoal: Quando você resolveu se tornar desenvolvedor de jogos? Você pretende atuar profissionalmente (ou já atua) exclusivamente com jogos? 

Walter Machado: Eu trabalho exclusivamente com meus jogos. Depois de trabalhar 6 anos como cirurgião dentista, eu fiz meu primeiro jogo e desde então vivo disso.

IG: O Ubermosh foi lançado há pouco tempo, entretanto, já tem grande quantidade de avaliações positivas no Steam, inclusive já ocupou posição na lista de jogos bem vendidos. Em sua opinião, quais fatores levaram seu jogo a ser tão bem aceito pela comunidade? 

WM: Eu me dedico muito ao projeto e espero que o mesmo esteja sendo bem aceito pela fidelidade à proposta e pelo polimento da mecânica e “vibe” do jogo.

IG: Como foi a campanha do Ubermosh no Greenlight? Quanto tempo foi necessário para a aprovação do jogo e quais foram os principais meios para propagandear e angariar votos? 

WM: A campanha durou cerca de duas semanas e foi interessante para eu definir um estilo de apresentação para o jogo, que se manteve no early access e posteriormente no lançamento.

IG: Você desenvolveu todas as etapas do projeto, inclusive a gravação da trilha sonora. Qual é a experiência de desenvolver um jogo totalmente sozinho? Quais são as vantagens e desvantagens de ser um “lobo solitário”? 

WM: Logicamente, eu tive muito feedback de desenvolvedores, tive contato com outros profissionais nas primeiras animações e a participação da comunidade durante o desenvolvimento foi muito importante. O fato de eu não ter sócios no projeto permite que a minha visão seja a única guiando o futuro do UBERMOSH, então o projeto permanece muito fiel ao conceito original e não foram feitas concessões a ideias de terceiros como sócios, publishers e paradigmas do mercado.

IG: Seu game tem um ambiente único, um câmera shake violento e um instrumental pesado na trilha sonora, que nos faz lembrar o clima dos shows de Slayer ou Sepultura. De onde você tirou a ideia para o tema? Quais foram as principais influências para deixar o Ubermosh com essa “cara”? 

WM: O jogo começou com a trilha sonora e eu sempre toquei guitarra e gostei de música. Estive envolvido com instrumentos musicais durante 20 dos meus 29 anos. O timbre denso e percussão rápida refletem muito do meu gosto musical e com certeza teve inspiração no rock alternativo e no metal pesado.

IG: Palavra do desenvolvedor: o que os jogadores podem esperar do Ubermosh? 

WM: O jogo não tem “fillers/farming”. Com um clique você já estará em combate, que pode durar na melhor das hipóteses 90 segundos bastante intensos. É isso. É um jogo rápido, ARCADE, música violenta e sem frescuras.

IG: O Ubermosh receberá novidades por meio de atualizações ou DLCs, ou você pretende partir para  um novo projeto? 

WM: No momento eu estou fazendo atualizações constantes. Essa semana o jogo já foi para a versão 1.4.

IG: Tivemos a oportunidade de conversar com Walter Machado, essa figura que está se destacando no mercado indie e inspirando muitos desenvolvedores iniciantes. Queremos agradecer a sua participação no Portal Indie Game e desejar muito sucesso nessa sua caminhada! Deixe agora uma dica para os nossos leitores que querem seguir seus passos e desenvolver jogos sem contar com equipe!  

WM: É menos complicado do que parece. Geralmente se tem alguém mostrando muita complexidade em alguma coisa, existe uma grande chance de que essa pessoa esteja usando mal sua energia ou fazendo um projeto de escopo incompatível com seus recursos. É pouco provável que seu produto seja interessante se você acatar a ideia de todo mundo. Foque na sua. Afinal, o tempo investido e todos os riscos estão caindo na sua conta. Sucesso!


  • Gostou desse post? Clique nos botões para compartilhar com seus amigos no Facebook, Google+ ou Twitter!
  • Tem algo a falar sobre o jogo? Comente aqui embaixo!
  • Quer participar dos nossos sorteios de jogos? Clique aqui!!!