Admito, eu estava ansioso por fazer uma review desse jogo. A primeira vez que abri This Is The Police foi na manhã de um domingo e só parei de jogar oito horas depois. Oito horas de jogo que me renderam sessenta dias na vida de Jack Boyd (seria o nome já uma referência?) chefe de polícia da cidade de Freeburg. Querem saber como foi isso? Vamos lá então (você também pode descer e ir direto para a sessão de prós e contras se não quiser ler tudo!):

História:

TITP_Story

O jogador controla Jack Boyd, já citado chefe de polícia, que recebe a notícia de que será afastado do cargo em 180 dias.

Nesses 180 dias Jack resolve fazer um pé de meia para sua aposentadoria, um pé de meia de meio milhão de dólares. Aproximadamente por volta dos anos oitenta ou noventa, onde celulares ainda não eram frequentes, internet não estava por aí, essa quantia não era nada pequena e claro que essa  dificilmente é a única preocupação na cabeça do protagonista.

Ele estará envolvido em escândalos na política, em uma guerra entre mafiosos que ameaça estourar na cidade, sua vida pessoal não está nada fácil, e quanto às manifestações exigindo direitos iguais para mulheres, negros e o movimento LGBT? E quem é o misterioso Robespierre e o que ele deseja?

Quanto mais o jogo avançava mais intricados detalhes eu podia perceber na história, mais facetas se revelavam e o que parece um simples objetivo vai se tornando cada vez mais complicado de se alcançar.

Jogabilidade:

Com uma história bem elaborada e as escolhas do jogador influenciando o que acontece, não seria estranho falar que This Is The Police tem um quê de Visual Novel. O jogo, entretanto, é mais do que isso, como você pode conferir nas imagens acima (cuidado, algumas delas podem conter spoilers menores).

No dia à dia como chefe de polícia Jack precisa determinar quais policiais atenderão quais chamadas. É importante perceber que os policiais podem ser mais ou  menos eficientes de acordo com um sistema de lealdade. Para várias situações basta enviar uma quantidade de policiais adequada e esperar que eles resolvam o problema, como um jogo de gerenciamento.

Entretanto haverão momentos em que o jogador precisará tomar decisões baseado no cenário que os policiais encontraram no local. Determinadas decisões podem incorrer em casualidades civis, policiais ou mesmo o infrator escapando.

Nem todas chamadas se tratam de casos fáceis, algumas delas são crimes que necessitam de investigação e aí seus detetives entram em ação. Eles são enviados para o local do crime e começam a coletar evidências, entrevistar testemunhas, tentando desvendar o que aconteceu. Conforme eles descobrem potenciais fatos cabe ao jogador colocar as peças em ordem e, caso a verdade surja, prender os responsáveis.

Outras vezes criminosos prometem se transformar em informantes e entregar suas gangues caso sejam perdoados por seus crimes, também é a decisão do chefe de polícia se irá aceitar a proposta ou prender o meliante.

Alguns eventos randômicos podem acontecer como a prefeitura pedindo policiais imediatamente, coisa que sempre me irritava pois sempre pediam quando eu estava sem ninguém na delegacia, empresários ou cineastas pedindo proteção e por aí vai.

Com tudo isso acontecendo o que poderia se tornar monótono acaba se revelando bem emocionante.

20161113165729_1

Comentários Gerais:

Pró: Boa história, rica e envolvente.

Contra: Alguns eventos acontecem que necessitam de uma resposta imediata do jogador, mesmo que não pareçam urgente, como por exemplo os pedidos de policiais pela prefeitura, e se você der azar não vai conseguir cumpri-los.

Pró: A trilha sonora do jogo é maleável de acordo com a vontade do jogador! Claro, isso tem um certo limite, mas o jogador pode escolher a música que deseja escutar dentro de uma seleção e até comprar (com dinheiro do jogo) novas músicas.

Contra: Algumas vezes até mesmo seus melhores policiais, sem nenhum motivo aparente, resolvem ir contra você, te delatar ou coisa assim.

Pró: Incrível dublagem dos personagens, realmente. E, mais do que isso, suporte, até o momento, para sete idiomas, incluindo português-BR, algo que não se vê todo dia em jogos independentes.

Contra: Suas escolhas no que tange à história principal influenciam menos o jogo do que seria desejável. Algumas delas não influenciam em nada na verdade.

20161116140445_1

Finalizando:

Se você não estiver procurando um jogo leve para passar o tempo e sim algo com mais conteúdo, acho que This Is The Police é o seu jogo!

Inclusive, em contato com um membro da THQ Nordic, a publisher do jogo, fui informado que até o final do ano além da versão para PC, podemos esperar o jogo para XBOX One e PS4!

 


  • Gostou desse post? Clique nos botões para compartilhar com seus amigos no Facebook, Google+ ou Twitter!
  • Tem algo a falar sobre o jogo? Comente aqui embaixo!
  • Quer participar dos nossos sorteios? Clique aqui!!!