Como essas três palavras podem afetar ou mesmo destruir a carreira do desenvolvedor de jogos independentes?

Tenho certeza que você conhece algumas pessoas assim: possuem boas ideias, muito potencial, mas não conseguem levar um projeto adiante, muitas vezes abandonando o trabalho ainda na fase de protótipo. Estou certo?

O objetivo desse post não é julgar ninguém, afinal, todos nós procrastinamos em algum momento, entretanto, esse é um assunto sério que poucos falam a respeito. A ideia aqui é ajudar a identificar como esses fatores podem simplesmente acabar com o sonho de ter uma bela carreira de desenvolvedor de jogos independentes, muitas vezes antes dela começar!

sleepblossomtales

Como vocês podem ter observado, esse site ficou dois meses sem receber atualizações. Sim, apesar de eu estar bem atarefado com o desenvolvimento de dois jogos (Starmlet e Bacon Tales) e, além disso, ter me dedicado de corpo e alma para a inauguração da Jungle Coworking e a realização de seus eventos, o abandono temporário do site tem “dois pés” de culpa na preguiça e na procrastinação.

Esse comportamento é autodestrutivo e pode trazer sérios problemas ao indiedev, tanto no âmbito financeiro/material quanto no profissional e psicológico, o que faz o colega entrar em um verdadeiro círculo vicioso:

  1. Se não produz, não tem produto para oferecer;
  2. Se não oferece produto, não tem e menor possibilidade de obter retorno financeiro (seja por venda do jogo ou portfólio para contratação);
  3. Se não possui retorno financeiro, parece que aquela atividade está sendo inútil;
  4. Se está sentindo que é inútil, não possui motivação para produzir (e aí volta para o 1° ponto).

Sair dessa situação não é nada fácil, até porque, quando se dá algumas voltas nesse círculo, o psicológico do desenvolvedor já começa a ficar abalado e sua fé no seu próprio sucesso está extremamente baixa.

Essa situação pode acontecer por diversos fatores, mas os mais comuns são:

Projeto ambicioso demais: vejo muitos indiedevs iniciantes que tiveram uma “boa ideia” para fazer um jogo survivor de terror, MMORPG, com mundo aberto e várias cidades para explorar. Entretanto, nenhum dos membros da equipe possui a experiência de ter criado um único jogo mais simples.

Equipe grande, sem compromisso ou mal gerida: não é raro encontrar indiedevs no facebook convidando desconhecidos para o seu projeto. É uma grande ilusão acreditar que muita gente fará o projeto andar mais rápido. É possível trabalhar com equipe a distância (em cidades diferentes), mas isso exige um esforço ainda maior por parte do gerente do projeto.

Para evitar essas coisas, tente ser o mais objetivo possível. Se você possui uma ótima ideia para um jogo grande e complexo, guarde-a para quando tiver condições ideais para realizá-la, caso contrário irá apenas jogar uma boa ideia no lixo.

imindie

Realize projetos menores! Faça você mesmo, com algum conhecido mais próximo, um jogo mais simples, que seja uma ideia original, diferente e divertido. Mesmo que esse game não lance você ao sucesso, é importante que você termine e o publique!

Existem várias lojas virtuais para venda de jogos independentes, como IndieGameStand e Itch.io. Faça uma boa página de apresentação e coloque o seu game para vender, nem que seja por algum centavos de dólar.

Criando jogos mais simples, você terá resultados práticos com rapidez e, por mais que tenha poucas vendas (ou mesmo nenhuma), a sensação de ver o seu jogo finalizado, redondo, publicado nas lojas online lhe dará motivação suficiente para continuar seu trabalho!

Depois de criar e publicar alguns jogos mais simples, além de ter conseguido um portfólio inicial e ter produtos disponíveis, você verá que ganhou muito em experiência e aprimoramento de técnica. A tendência natural é que os seus jogos sejam mais complexos e caprichosos!

Uma outra excelente forma de se manter motivado, treinar, aprender e socializar com colegas indies é participar de game jams: eventos para produção de jogos em períodos bem curtos.

Clique aqui para ler nosso post sobre game jams!!!

Em outras palavras: mão na massa!!!!


  • Gostou desse post? Clique nos botões para compartilhar com seus amigos no Facebook, Google+ ou Twitter!
  • Tem algo a falar sobre o assunto? Comente aqui embaixo!
  • Quer participar dos nossos sorteios? Clique aqui!!!